Esqueceu sua senha?

Notícias ABVCAP

[Congresso ABVCAP 2017 - Export Venture Forum] Empresários brasileiros buscam até R$ 25 milhões em investimentos na sexta edição Export Venture Forum Adicionado em 06/06/2017
 

Expectativa é que recursos possam impulsionar os negócios e, em cinco anos, multiplicar resultados com faturamentos de R$ 16,5 milhões a R$ 74 milhões.

São Paulo, 06 de junho de 2017 – O segundo dia do Congresso ABVCAP 2017, reconhecido como o maior encontro do setor de participações na América Latina, começou com a realização do 6o Export Venture Fórum 2017 – ABVCAP, que tem o objetivo de captar investimentos para promover a internacionalização do mercado de empresas brasileiras, garantindo recursos estrangeiros para seus fundos. A partir desta inciativa, a ABVCAP  – junto com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) – capacitou, nas edições anteriores, 87 empresas, das quais quatro já receberam investimentos e 11 seguem negociando com potenciais parceiros, apontou Jayme Queiroz, Analista de Investimentos da Apex-Brasil.

Para o 6o Export Venture Forum 2017, 120 empresas se inscreveram, entre as quais, 30 foram pré-selecionadas pela banca examinadora até a definição das 10 campeãs, que ganharam a oportunidade de apresentar seus negócios a potenciais investidores. Na primeira etapa do evento, cada executivo pôde contar, em 5 minutos, a história da empresa, segmento de atuação, potencial de mercado, faturamento, valor de investimento desejado, áreas a serem impulsionadas e projeções futuras. Em seguida, os potenciais investidores puderam conferir mais detalhes individualmente.

Vale destacar que os dez empreendimentos expostos atuam na oferta de produtos, soluções ou serviços de segmentos diversos, como Alimentação, Saúde e Tecnologia. Em 2017, seus faturamentos devem variar entre R$ 1,1 milhão e R$ 25 milhões. No 6o Export Venture Forum, seus executivos apresentaram expectativas de investimentos de R$ 1,5 milhão a R$ 25 milhões, capazes de impulsionar os negócios e multiplicar os resultados projetados para 2021 com faturamentos de R$ 16,5 milhões a R$ 74 milhões. 

Confira a seguir o perfil de cada empresa presente no 6o Export Venture Forum

Intelie: Plataforma tecnológica que viabiliza a captura de grandes volumes de dados, motor de processamento em tempo real e um ambiente de Inteligência Operacional com monitoramento de KPIs, algoritmos de predições, detecção de anomalias, emissão de alertas, e automação de ações de intervenção.  Com R$ 5 milhões de investimento, sua meta é até 2021 atingir um faturamento na casa de R$ 65 milhões, o equivalente a seis vezes mais resultado atual.

Prospecta: Empresa de inteligência de mercado, com maior ênfase para empreendimentos de base imobiliária, criou o projeto SEED, metodologia única no mundo, que objetiva a antecipação do mercado para a prospecção de negócios de base imobiliária em até 20 anos. Seu indicador P2I – Lead teve mais de 5 milhões de acessos na revista Exame, após divulgação. A empresa projeta crescer em cinco anos 11 vezes o seu faturamento atual, passando de R$ 1,5 milhão para R$ 16,5 milhões, com um investimento de R$ 8,7 milhões.

Frutos da Amazônia: Empresa que, em parceria com cooperativas locais, transforma frutos nativos da Amazônia em produtos como chocolate, geleia e biscoitos. Sua venda é voltada tanto para o mercado interno como externo, atingindo países como Paris, Alemanha e EUA. Com investimento de R$ 5 milhões em marketing, P&D, CAPEX e capital de giro, espera faturar cerca de R$ 32,4 milhões daqui a cinco anos, superando os R$ 4,7 milhões projetados para 2017.

Dataholics: Fintech que possui a única plataforma que capta e estrutura milhões e dados públicos de pessoas que estão nas redes sociais para oferecer serviços de Credit Score, Anti Fraude e Segmentação de clientes para marketing. Com aporte de R$ 1,5 milhão em desenvolvimento, marketing, comercial e área administrativa, daqui cinco anos, pretende ser vista como padrão de mercado e não como empresa de inovação, atingindo um crescimento de 85% em 2021, quando pretende faturar acima de R$ 60 milhões.

Solvis: Empresa especializada em pesquisa de satisfação no ponto de experiência, por meio de totens que ajudam a ouvir os clientes e identificar oportunidades de melhorias. A solução permite acompanhar os resultados em tempo real e enviar relatórios personalizados para cada gestor ou colaborador. Com investimento de R$ 3 milhões, projeta faturamento de R$ 24 milhões em 2021, quatro vezes mais do que o seu faturamento atual.

In Vitro: Há 25 anos, fabrica reagentes químicos para diagnósticos clínicos, desenvolvidos a partir de tecnologia mista – alemã e brasileira. Com amplo portfólio, capaz de atender às demandas da área, possui uma linha completa de reagentes , produtos de alta qualidade e soluções em equipamentos de última geração com baixo consumo de água e redução de descarte. Seu DNA inovador se destaca, por exemplo, no pioneiro teste rápido de câncer de mama. Em busca de R$ 9 milhões em investimentos, a empresa espera alcançar um crescimento de 200% em cinco anos, estimando faturar aproximadamente R$ 40 milhões em 2021.

CentralServer: Fornecedora de soluções de computação em nuvem, fáceis de usar, eficientes, confiáveis e com excelente atendimento. A empresa foca atender pequenas e médias empresas e já foi listada quatro vezes entre as PMEs que mais crescem no país, de acordo com levantamentos Deloitte/Exame. Planejando ampliar sua equipe comercial, implantar programa de canais e expandir sua presença nacional e internacional, espera conquistar um investimento de R$ 6 milhões, capaz de ajudar a viabilizar as estratégias que devem ampliar o faturamento de R$ 8,5 milhões, esperado para 2017, para R$ 40 milhões em 2021.

Operand: Fundada em 2009, é uma desenvolvedora de software próprio de gestão para o mercado da Economia Criativa. Em 8 anos de atuação, conquistou cerca de 900 clientes, distribuídos por todo o Brasil. Atenta à franca expansão do seu segmento de atuação, a empresa deve saltar de R$ 2,1 milhões de faturamento em 2017 para R$ 14,2 milhões em 2021. Para atingir sua meta, espera incluir R$ 3 milhões em investimento na sua estratégia de crescimento.

Avaltec: Fundada em 1978, vem se destacando na fabricação de gôndolas, checkouts e porta paletes, sendo apontada pela Deloitte como uma das empresas que mais crescem no Brasil por três anos consecutivos. Única e mais reconhecida empresa na fabricação de peças de gôndola para reposição, pretende reforçar seu canal de representantes em regiões estratégicas do país e ampliar suas presença internacional para além dos mercados da Argentina, do Peru, da Bolívia, do Paraguai, do Uruguai e da Angola, já atendidos. Tendo como objetivo conquistar um investimento de R$ 10 milhões, a empresa deve aumentar sua receita de R$ 25 milhões, em 2017, para R$ 65 milhões, em 2021.

Pro Solus: Empresa genuinamente brasileira que desenvolve, fabrica e comercializa, em todo o território brasileiro e no Paraguai, produtos para agricultura de precisão. Fundada em 2013, vem crescendo a taxas significativas e quer consolidar sua posição no mercado de agronegócios como uma marca de referência nos segmentos em que atua. Seus planos incluem a captação de R$ 25 milhões de investimento e salto do faturamento de R$ 17,4 milhões, registrado em 2016, para cerca de R$ 74 milhões, projetado para 2021.

Sobre o Congresso ABVCAP

Organizado pela Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital, o evento acontece anualmente e, este ano, foi realizado em São Paulo, nos dias 05 e 06 de junho. O Congresso reuniu mais de 450 participantes: reguladores, autoridades governamentais, investidores e gestores de fundos nacionais e internacionais, CEOs e CFOs de grandes empresas, corporate ventures, family offices, empresas de auditoria, escritórios de advocacia especializados em PE&VC e empresários. 

São patrocinadores do Congresso da ABVCAP 2017: KPMG, BNDES, Coller Capital, Duff & Phelps, Lexington Partners; Santander, EY, Mazars Cabrera, TozziniFreire Advogados, Bank of America Merril Lynch, Deloitte, EMIS, PwC, Donnelley Financial Solutions, Mattos Filho Advogados, Pinheiro Neto Advogados e SS&C GlobeOp. O evento também tem parceria institucional da Apex-Brasil, FUMIN/BID e PRI.

Sobre a ABVCAP

A Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital é uma entidade sem fins lucrativos em atividade desde o ano 2000 que visa o desenvolvimento da atividade de investimento de longo prazo no País, nas modalidades abrangidas pelos conceitos de private equity, venture e seed capital.

Como entidade representativa da indústria de capital empreendedor, a ABVCAP defende os interesses dos integrantes da indústria junto a instituições públicas e privadas, nacionais e estrangeiras, em busca de políticas públicas cada vez mais favoráveis ao fomento desses investimentos no país. 

Informações para a imprensa: 

ADVICE Comunicação Corporativa

Juliana Couto – juliana.couto@advicecc.com

Christiane Mariotto – christiane.mariotto@advicecc.com

Fernanda Dabori – fernanda.dabori@advicecc.com 

Tel: (11) 5102-5256 / 5252


Fonte: ABVCAP


Comentários


Mapa do Site | Links Úteis | FAQ | Contato | Localização
ABVCAP RJ: Av. Nilo Peçanha nº 50 sala 2901 - Centro - Rio de Janeiro - 20020-906 | Telefone: 55-21-3970-2432
ABVCAP SP: R. Pequetita nº 145, 8º andar, cj 81 - Vila Olimpia - São Paulo - 04552-907 | Telefone +55 11 3106-5025